Como escolher hospedagem para seu site

Um dos maiores problemas do brasileiro na hora de empreender online é a hospedagem do seu site. Procurando no Google, de pronto você encontra as opções mais corriqueiras e já já você vai entender porque são tão ruins para quem realmente quer ter uma presença online consistente e sadia na internet. Quer saber como escolher hospedagem para seu site? Você pode ler o artigo todo ou pular pra Conclusão e ver minhas considerações finais.

Todo mundo começa pequeno e o site roda bem e da forma como se esperaria. Com o passar dos tempos, seu site começa a dar uma guinada e então começam os problemas: Erro 500 de servidor, lentidão momentânea sem padrão de horário, elementos do site que aparecem e desaparecem sem explicação, avisos de sobrecarga no servidor, logs de erros cheios de problemas… E tudo isso na hora que você mais precisava!

Definição de serviço de hospedagem

O que é um webhost?

Todo site precisa estar hospedado em algum lugar. Quando dizemos hospedado é porque alugamos um espaço de um servidor físico pra instalar nosso site e usar a infraestrutura deles. Um computador que nunca se desliga em uma sala com ar condicionado e gerador de luz para segurar longas quedas de energia. Quanto melhor essa infraestrutura e esses servidores (que nada mais são do que computadores bem parrudos), mais recursos disponíveis, simples assim.

Falando de servidores, existem 2 tipos que você pode alugar: compartilhado e privado. O compartilhado é chamado assim porque dentro de um mesmo computador são alojados múltiplos sites. Você pensaria que seria um número razoável… 8 sites por servidor? 20? 50?? Os servidores dos planos mais baratos das empresas brasileiras dividem recursos (processador, memória, largura de banda) com até 400 outros sites! Já o privado, é uma maravilha: só tem você para todos aqueles recursos, mas você tem que contratar um administrador de servidores Linux para programar tudo, pois você recebe um computador sem nada instalado. Sem contar que já viu o preço daquilo? Surreal!

Como escolher um (bom) serviço de hospedagem

Hospedagem compartilhada é econômica e fácil, mas não precisa ser ruim

Se você leu a última seção, já deve ter entendido que vai ter que escolher um servidor compartilhado. Mas será que é tudo igual? Escolher o melhor serviço de hospedagem para seu site pode não parecer muito importante no começo, mas é, na verdade, um dos pontos mais críticos a serem levados em consideração no planejamento do site. Enquanto que sim é possível sair de um host e levar seu site inteirinho com contas de e-mail e tudo pra outro, de pouco vai adiantar se você estiver levando junto configurações ruins entre outros problemas. Saiba o que levar em consideração na hora de escolher um host para hospedar seu site com sucesso.

Saiba de quem ficar longe

Acho que o primeiro conselho que posso te dar é que tem umas empresas muito, mas muito ruins por aí. E os novatos (inclusive eu, um dia) compram com eles até o dia em que não dá mais. Vou apenas mostrar 2 imagens e você procura mais no Google se quiser. Meu objetivo não é difamar, apenas informar.

Comentários da internet sobre empresas EIG
Comentários do Facebook sobre hosts da EIG.
Lista de empresas ruins de hospedagem
Lista das empresas subsidiárias da EIG.

Comparação

Para escolher um bom host, você deve comparar os benefícios que lhe são oferecidos por cada webhost. Compare a quantidade de recursos, a qualidade dos serviços e a empregabilidade da tecnologia de ponta.

Para você ter uma ideia do que esperar durante as comparações, segue abaixo os principais pontos para rodar um site em WordPress com satisfação e sem dor de cabeça.

(Por diversas vezes você vai ver eu falar bem de 2 empresas. Ambas são recomendadas pelo WordPress.com como melhores webhosts para se ter um site em WordPress. São elas: Siteground e WP-Engine. Tenho clientes em ambas, mas pessoalmente prefiro a Siteground. Você vai entender o porquê lendo adiante)

Memória

RECURSOS - Quanto mais complexo o site, mais memória, por favor

Por padrão, o WordPress é instalado com um limite de 40MB de utilização de memória RAM. Através de um comando ( define('WP_MEMORY_LIMIT','256M'); ) no arquivo /wp-config.php, você pode elevar até o limite máximo permitido pela maioria dos serviços de hospedagem compartilhada. Em termos leigos: “Quanto mais pesado for seu site, mais memória ele vai usar”. E isso significa que você vai ter que se adequar ao limite imposto pela provedora. Enquanto algumas liberam apenas 256, outras liberam até 768MB, 3 vezes mais!

Tráfego Permitido

RECURSOS - Transferência de Dados entre site e visitante

Você quer ter um número máximo de pessoas que podem ver seu site em um mês? Tem dois tipos de planos: limitados e ilimitados. Qual está mais alinhado com a visão do seu negócio?

Ao acessar um site, o servidor web envia para o visitante diversos arquivos, entre eles, páginas PHP, folhas de estilo CSS e scripts JS.

Discos - HD

RECURSOS - Armazenamento de arquivos (páginas, imagens, scripts)

Na tecnologia, prefira os SSD porque são mais velozes. No tamanho, 10GB pra cima de espaço em disco.

PHP

Versões atualizadas permitem uma execução de códigos PHP mais veloz

Referente à versão do protocolo PHP que está rodando neste servidor. As versões atualmente no mercado são do 5.2 ao 7.2. Prefira hosts que te oferecem PHP 7+, ou seja, da versão 7.0 em diante.

Memória Cache

Mais lenta que a memória RAM, mais rápida do que o HD

A memória cache ajuda ao site ser servido mais rapidamente para os visitantes. Melhor do que ter um plugin realizando este serviço é ter um webhost que o faz em nível de servidor. Poucos produtos pagos conseguem fazer o que o super cacher da Siteground faz.

Quantidade de Domínios

meusite.com | meusite.com.br | meusite.net

Para saber se você precisa de mais de um, se pegunte: Eu vou comprar mais domínios para caírem no meu site? Ex: .com, .com.br e .net

Você também pode ter mais de 1 site mesmo que seja de um assunto diferente do primeiro. Alguns marketeiros fazem isso para vender em diferentes segmentos. Cada site é um domínio diferente.

Contas de e-mail

Nunca entendi porque alguns webhosts limitam o número de caixa de e-mails. Só pode ser pra criar dificuldade pra vender facilidade.

Backup

A paz de espírito de saber que seu site não vai acabar de uma hora pra outra

Backup é o tipo de coisa que a gente só lembra na hora que precisa. Ainda mais quando é difícil de fazer. Algumas empresas nem dão essa opção. Outras dão, mas não é tão boa ou fácil de usar. Encontrei o backup mais confiável e fácil de usar na Siteground. Lá o backup é feito realizando um snapshot do HD naquele momento. A restauração é perfeita e assim como o backup, pode ser feito em poucos cliques mesmo por alguém que não é técnico. Se seu site é importante, você deve ter um plano de backup.

Suporte

Quem vai ser seu parceiro na hora do aperto?

Suporte… Preste atenção nesta parte! Você não quer descobrir o quão importante é ter um bom suporte como a maioria descobre: da pior maneira possível. Parece brincadeira ou exagero o que vou contar agora, mas uma vez entrei no chat do suporte do meu host na época e a caixinha dizia: Você é o 76º da fila. Meu site tinha caído com erro 500! Site fora do ar! Tive que esperar 75 pessoas serem atendidas para eu informar que o site estava fora do ar em horário crítico de vendas com vários clientes reclamando nas redes sociais. Em uma outra ocasião, eles conseguiram deixar meu site fora do ar restaurando um backup antigo. 4 dias de e-commerce parado! É só procurar um pouco nos forums e sites como Reclama Aqui para saber quem são os ruins. Procura bem!!

Na Siteground, nunca esperei mais do que 30 segundos para ser atendido. Atendentes com conhecimento técnico incrível. Já teve vez de eles mexerem até nas configurações do Cloudflare pra mim! Não sei nem o que dizer. Até queria falar mal porque eles tiram clientes de mim, sem querer, claro. Agora, você tem que saber dizer o que precisa em inglês. Não há suporte em português lá.

SSL

Proteja a identidade dos seus visitantes

Muita gente não pensa nisso, mas quando você faz login em um site, como por exemplo no /wp-admin do seu site, você está enviando 2 elementos de texto do seu computador para o servidor destino. O SSL mascara esses dados, impossibilitando um hacker de conseguir os dados.

Algumas empresas dão SSL de graça, outras te cobram até R$120/ano. Funciona igualzinho. Qual você quer?

Staging

Minha ferramenta favorita de todos os tempos!!

Essa tecnologia é de outro mundo! Até agora só vi esta tecnologia em 2 provedores de hospedagem: WP-Engine e Siteground. Eu adoro essa ferramenta pelo que ela faz:

Com 1 clique, você cria um clone totalmente operacional do seu site. Esse clone tem seus próprios arquivos e banco de dados, independentes do seu site original, mas uma cópia exata. Você pode então fazer testes no clone, deixar um desenvolvedor realizar mudanças, atualizar o sistema, temas e plugins, etc. Se algo deu errado, basta deletar o clone e seu site continua carregando sem nenhum problema. Se você estiver contente com as alteações, com 1 clique pode fazer o clone virar o site real. Uma mão na roda para quem não tem tempo de administrar backups.

E finalmente: Preço!

Tenho esse dinheiro pra investir no meu site?

Sei que o preço é o fator determinante em muitas situações, no entanto, falando de hospedagem, os preços não são tão diferentes uns dos outros e, por isso, o foco deveria estar na qualidade do host e do próprio plano que você planeja comprar.

Em 2018, o valor médio dos planos mais baratos de cada host fica entre R$25 e R$40/mês. Alguns hosts nos EUA fazem promoções de até $4/mês. Sim, quatro dólares por mês!

Conclusão

Parece até pegadinha, mas o melhor provedor de hospedagem que vi até agora é também o que tem a melhor oferta. Realmente, a única “coisa ruim” que tem neles é que toda a comunicação é em inglês (não há atendimento em português). Eles dão 66% de desconto no seu primeiro pagamento (que pode ser 1 mês, 1, 2 ou 3 anos) e mesmo no preço normal, o valor ainda fica abaixo de muitos por aí (ainda mais se você levar os benefícios e ferramentas em consideração). Essa empresa é a Siteground. Em segundo lugar, vem a WP-Engine. Qualquer uma das duas que você pegar, com certeza vai estar fazendo um ótimo negócio. Aliás, não à toa, o próprio WordPress.com recomenda estas duas empresas quando o assunto é hospedagem compartilhada.

Eu não canso de falar do meu web host para meus clientes e os que decidiram vir pra cá, nunca saíram. Razões para eu recomendar a Siteground:

Pontos Críticos
  • Preço
  • Migração Completa Gratuita
  • Especializada em Wodpress 

Como escolher hospedagem para seu site

Agora que você aprendeu como escolher hospedagem para seu site, você pode comparar e contratar aquela que parece dar mais benefícios em troca da quantia paga.

Você pode também seguir minhas dicas e ir com uma dessas aqui:

Rafa é Programador Web especializado em WordPress + WooCommerce e escritor nos tempos livres. Criação de sites, otimizações de velocidade e SEO, e criação de plugins são algumas de suas funções rotineiras que lhe permitem falar com propriedade quando o assunto é WordPress.

Seja o primeiro a comentar: O que você acha?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *